4

O primeiro episódio: Fuller House

Sim, caros leitores, este seriado cheio de amor está de volta. Acabo de assistir ao primeiro episódio e não poderia deixar de compartilhar com vocês. Se vocês também assistiram a série no SBT da primeira vez (e quando reprisou), bate aqui. Haha Juro que meu coração disparou quando soube desse retorno, só fiquei decepcionada com o fato de não ter a Michelle (Gêmeas Olsen). Mas ainda assim, o seriado é MUITO bom e cheio de lembranças boas, venham ver:

The house is full again. Fuller house is coming to Netflix February 26.

O episódio se inicia com a abertura da série “antiga”, se podemos dizer assim. Logo em seguida Danny, Jesse e Joey estão na cozinha com um bebê (saudades Michelle) vestido de Elvis Presley.

D.J é mãe de três meninos e está tendo um final de semana com a família reunida e recebendo ajuda para cuidar de seus filhos, porém isso logo vai se acabar assim que todos forem para L.A a trabalho. Sua irmã Stephanie, que está sempre viajando pelo mundo a fora, chega para visita-los. E claro, uma peça que não poderia faltar é Kimmy Gibbler que entra causando.

Assim que seu marido faleceu, D.J foi morar na casa onde cresceu, tendo a ajuda de seu pai e de vez em quando de seus tios. Porém agora com essa oportunidade de emprego que surgiu em L.A, seu pai, Danny, colocará a casa a venda.

Quando D.J se vê esgotada e não conseguindo dar conta da quantidade de tarefas e responsabilidades sozinha, desabafa enquanto cuida do seu bebê, Tommy. Ela só não esperava que todos os seus familiares estivessem ouvindo pela babá eletrônica. Danny, Jesse, Joey e Rebecca decidem ficar, mas quando estão contando para D.J, porém, Steph se vê na obrigação de intervir, alegando que todos eles já haviam feito o bastante e que agora era a vez dela ajudar sua irmã. Claramente, nossa querida Kimmy Gibbler aproveitou o momento e disse que também se mudaria para a casa. Imaginem só essas três juntas DE NOVO.

Quando saiu a notícia de que a série voltaria, fiquei super ansiosa. Esperava algo muito bom, mas não imaginava que seria algo tão incrível assim, juro. Além dos atores continuarem os mesmo e nós podermos ver toda a evolução de cada um, tem muita memória envolvida. Então durante o episódio eles vão relembrando momentos da série anterior. E não podemos esquecer das crianças, são hilárias, principalmente o Max.

Não tenho criticas sobre a série. Mencionei o fato de ter me decepcionado por não ter a Michelle, mas a série não perdeu o balanço por conta disso. É fato que todos gostariam e esperavam que uma das gêmeas Olsen participassem, mas como já disse, a série não deixa de ser maravilhosa por isso.

Se eu recomendo que vocês assistam? Claro! Parem o que estão fazendo agora e corram pra assistir. Haha Espero que gostem! Me contem depois o que acharam.

Beijos

comente

Anúncios
0

O primeiro episódio: Dance Academy

Finalmente assisti mais uma série para compartilhar com vocês. Ultimamente está difícil de arrumar tempo para as séries que eu acompanho, imagine para novas. Haha Dance Academy foi uma escolha bem aleatória . Estava procurando algo pra assistir no Netflix e apareceu esse seriado como sugestão, daí vocês já sabem o final. Vem conferir:

maxresdefault

Tara Webster (Xenia Goodwin) é uma jovem de 15 anos do interior dos Estados Unidos que está realizando testes para entrar na melhor academia de dança do país. No primeiro episódio a protagonista está a espera do resultado. Enquanto está a caminho de sua casa para saber o que será de seu futuro, passa toda sua trajetória enquanto fazia os testes, passando por dificuldades e por situações embaraçosas, como se trocar no vestiário masculino e ser flagrada de sutiã.
Aquela que Tara pensava ser sua inimiga acaba se tornando sua amiga afinal, e aquela que demonstrou ser confiável, acaba traindo sua confiança após sentir-se ameaçada pelo talento de Tara. E o episódio se encerra com ela abrindo o envelope com o resultado .

Por ser uma série que segue um modelo clichê, digamos assim, não consegui sentir sua potência no primeiro episódio. Mas pelos comentários que eu li de outros telespectadores e fãs da série, mesmo ela sendo um pouco clichê, consegue cumprir seu papel de forma plausível.

Espero que tenham gostado de O Primeiro Episódio de hoje. Me contem o que acharam!!

Beijos
comente

7

O primeiro episódio: Beauty & the Beast

Assisti ao primeiro, segundo, terceiro episódio… Já estou na terceira temporada. Ops. Estou apaixonada por essa série, de verdade. Mas como a ideia é falar sobre o primeiro episódio, vou tentar não revelar tanto amor nessa resenha, prometo. Haha Vem conferir:beautyandthebeast

Catherine é uma detetive bem sucedida. Quando adolescente, presenciou o assassinato de sua mãe. Na tentativa de fugir dos criminosos correu para a floresta aonde foi encurralada pelos dois homens. Prestes a morrer, surge uma figura e mata os homens. Todos tentaram convencê-la de que foi um urso que a salvou, mas Catherine sabe que foi algo muito além do imaginável.

Ao investigar um caso, Catherine é levada ao Doutor Vincent Keller, um rapaz que não aparenta ser um completo desconhecido para ela, porém o jovem doutor foi dado como morto há 10 anos. Ao se deparar com Vincent, ela descobre seus segredos mais sombrios. Quando ele está com raiva, se transforma em uma fera assustadora.

Catherine acaba ligando os pontos e descobre que foi Vincent quem a salvou na noite em que sua mãe foi morta. Ela acaba entrando em um acordo com Vincent; ela não contaria o segredo dele, desde que ele contasse mais sobre o que aconteceu com a mãe dela.

Logo de início já da pra sentir a química dos dois de longe. Catherine por não ter se afastado ao ver o jovem transformado em uma fera, ele acaba confiando e se aproximando cada vez mais dela. Fora que, com todo esse mistério, tantos segredos, deixa o clima bem tentador para os dois.

No primeiro episódio a única coisa que me incomodou foi a feição da fera. Mas nos episódios seguintes a feição já está melhor. Essa é minha única reclamação, por isso já estou na terceira temporada e apaixonada por todos os personagens. Menos um aí, que não vou comentar. Haha

Espero que tenham gostado e se interessado pela série!

Beijos

PS. Eu tenho que confessar algo: Talvez vocês não gostem muito do primeiro episódio. É bem difícil uma série conseguir prender o público logo com o primeiro episódio. Por isso assistam o segundo episódio também. Eu fui pega logo de cara pois amei a ideia da história. Mas sério, assistam!!

comente

5

O primeiro episódio: Younger

Por ser viciada em séries, costumo assistir o primeiro episódio de séries aleatórias para quem sabe eu encontrar um novo amor. Por isso, resolvi criar essa “coluna” aonde vou escrever sobre o primeiro episódio e compartilhar com vocês minha experiência. O primeiro episódio a ser resenhado é da série Younger.

78887

Liza é uma mulher divorciada de 40 anos que mora em Nova York. Após ter tirado 15 anos para se dedicar a criação da filha, que está na Índia fazendo intercâmbio, decide voltar para o ramo editorial. Liza só não esperava ser humilhada em suas entrevistas por ter essa idade.

Tudo vai mal até que um jovem de 26 anos flerta com ela em um bar como se fossem da mesma idade. Sua amiga Maggie aproveita a deixa do garoto e sugere que ela finja estar na casa dos 20 para conseguir um emprego. E ela topa.

É aí que tudo fica mais divertido. Liza consegue um emprego em uma editora, porém não entende nada de tecnologia. Entendemos você, Liza, está fora há 15 anos do mercado, mas pelo menos um twitter deveria saber criar. Haha

Nos primeiros minutos fiquei com o pé um pouco atrás. O episódio começa com ela em uma entrevista e por estar interpretando uma quarentona, ela aparenta ser bem séria, talvez por isso fiquei um pouco receosa. Mas quando se torna a jovem Liza tudo melhora. Terminei o episódio agora e já vou começar outro.

PS. Hilary Duff está na série e se torna amiga de Liza.  

Beijos
comente